29 março 2011

Olhares

E hoje eu reencontrei um olhar que fez (e faz) tão bem ao meu coração: ontem, hoje e amanhã.
Hoje eu senti a poesia em minha alma.
Sou mais que feliz, sou a alegria infinita.
E a você que me deu este olhar, meu mágico poema.
(Uma homenagem a alguém que vai morar para sempre em mim.)

6 comentários:

  1. uhmmmm nem sei se meu comenetario foi,... mas gostei de te ver feliz... beijos

    ResponderExcluir
  2. lindo demais.....
    é bom acodar com poesia, rsrs.
    você está bem?
    beijinho

    ResponderExcluir
  3. Kekel.
    preciso muito da sua ajuda, meu filho não sabe fazer divisão com dois números, e eu não estou conseguindo ensinar, como que eu faço?
    beijinho

    ResponderExcluir
  4. Ah Kekel, que lindo!

    Que essa pessoa aproveite bemmmm.

    Xeros

    ResponderExcluir
  5. Hummmmmm, intenso. Maravilhoso. Bjos.

    ResponderExcluir
  6. Kekel, que beleza. É... reencontrar siginifica muito mesmo. O importante também, a candura com as palavras nas expressões mais lindas que você sempre esprime os seus sentimentos. A sua filosofia de vida que já percebi há tempo é elogiável. Professora, poetisa, literata, só falta o Prêmio Nobel.
    Bem, aproveito para agradecer a inclusão e divulgação, além de Seguidora também do meu mais novo Blog "Evoluir Sempre". Paz Profunda, Néveo.

    ResponderExcluir

Que bom ter você aqui.
Diga aí para nós: que palavras lhe define?

Obrigadão